Receba as novidades por email

SUPERANDO MAUS HÁBITOS - CAPÍTULO I

Hábitos ruins são responsáveis por travar o crescimento nos mais diversos contextos da vida. Por que é tão difícil mudar um hábito? O hábito é mais complexo do que parece. Não é apenas algo que você acostumou a fazer com o tempo e se colocou em zona conforto com isso. O hábito é baseado em todas as suas crenças, vivências, medos, frustrações e etc. A partir desse ponto, ele se reforçando, torna-se mais resistente como a ferramenta mais fácil, cômoda e acessível que você tem no momento para usar. 

AUTOESTIMA - SAÚDE, DINHEIRO E RELACIONAMENTO

Quando você se olho no espelho, o que realmente vê? É preciso se sentir bem, mesmo que aquele não seja o estado que você deseja alcançar. Escrevi recentemente no blog uma sequência de capítulos falando sobre a importância da autoestima, que nada mais é que o sentimento de carinho ou de apreço em relação a si próprio.

JULGAMENTO E HIPOCRISIA

É preciso ter cuidado e clareza no que se pensa, sente e faz. O hábito de julgar os outros é muito forte em nós, devido a cultura e toda a questão socioeconômica envolvida. É um hábito perigoso. Grandes analistas como Jung já diziam que o nosso julgamento sobre o outro só diz respeito aos nossos próprios conteúdos projetados externamente. E isso é um fato.

A VIDA É IMPORTANTE

Para motivar-se, crescer e ter prosperidade nos contextos da vida é preciso se sentir capaz antes de mais nada. A crença de que, a vida é importante se faz fundamental. Dificilmente você conseguirá manter um foco produtivo e resiliente em algo sem significado. Pode parecer óbvio o fato de que a vida é importante, mas será que você realmente sente isso em última instância? Pois o que está fazendo com algo que é tão importante?

SOBRE FELICIDADE...

Muito se filosofa sobre o conceito de felicidade, mas muita dificuldade é vista para que a maioria realmente viva em estado frequente de felicidade.

TOC OU MANIA? SAIBA COMO LIDAR

Enfileirar objetos, lavar as mãos o tempo todo, conferir duas vezes se a porta está trancada, você se identifica? Estas podem ser algumas manias que qualquer pessoa tem, mas quando isso começa a atrapalhar a rotina pode se tornar uma questão maior, conhecida como TOC (transtorno obsessivo-compulsivo).