Um conselho que facilitará sua vida

Hoje há muito sofrimento sem necessidade, e as questões realmente relevantes acabam sendo deixadas de lado. Se gasta muito tempo sofrendo em relações e não conseguindo evoluir, sem produzir tudo o que se pode produzir em termos de potencial em estudo e trabalho.

É preciso compreender que tudo o que você sente é estimulado por você mesmo. São os seus pensamentos que geram as emoções. Essas emoções alteram o nível e padrão das suas sinapses nervosas. O nível de equilíbrio entre os neurotransmissores (como você se sente) está baseado nisso. Sendo assim, você tem total controle sobre isso. Basta expandir a consciência e começar a investir conhecimento e treino sobre boas ações. 



Mas vamos ao conselho: 

Pare de forçosamente tentar ajudar quem não quer sua ajuda. Preste atenção na realidade. A ajuda é algo amoroso e benevolente. Se tiver pressão e sentimento negativo sobre ela deixa de ter um sentido de ajuda genuína real. Não funciona. 

Vou te dar um exemplo simples para facilitar a compreensão dessa dica:

Você está envolvida com uma pessoa. Essa pessoa começa a te chatear por “n” motivos. Você percebe que ela está passando por dificuldades em alguns contextos e se dispõe a ajuda-la. Aceita, desculpa e ajuda. Só que mesmo assim essa pessoa não se move. Quando você decide se manter ali e sofrer junto é apenas o seu ego gritando de medo de perder a presença ou o significado da pessoa na sua própria vida. Não há mais nada de bom nisso. É importante sim se manter disposto, mas com lucidez. “Minha mão estará estendida à você para ajudar.” Isso é justo. Mas afundar a própria vida não ajuda ninguém, muito menos você. 

Não adianta ter visão filosófica da vida se não obtiver resultados. Sempre use os resultados das suas ações como parâmetro para saber se sua crença, sua forma de agir, é boa ou ruim. Se você está ali com uma pessoa buscando ajuda-la. Depois de algum tempo, qual foi o resultado? Quanto vocês cresceram juntos? Quanto você cresceu em todos os contextos da vida aumentando os seus resultados? Lembre-se que, para ajudar alguém é preciso estar no seu melhor, evoluindo sempre.

Invista o que for preciso em conhecimento. Cresça e leve com você todos que conseguir a um nível que possam perceber as questões da vida com mais clareza. Nessa condição as soluções para qualquer contexto da vida se tornam mais simples, seja no campo dos relacionamentos, da saúde ou financeiro. Compartilhe conhecimento e movimente-se. 

Julio Furlaneto

Nenhum comentário:

Postar um comentário