Pular para o conteúdo principal

POR QUE ALGUMAS PESSOAS VÃO AO PSICÓLOGO E NÃO TÊM RESULTADOS?

Algumas pessoas descrevem que vão ao psicólogo e não conseguem ter melhoras. Talvez você já tenha conhecido alguém que te descreveu isso e é preciso entender o porquê.

A psicologia, uma ciência como qualquer outra, embasada e considerando que seja aplicada por profissionais bem qualificados, não tem motivo cabível para não dar bons resultados.

Quando se trata de psicoterapia é interessante analisar alguns pontos:

1) A pessoa realmente se deu ao acompanhamento psicológico?

Como assim?

A mesma coisa de ir a um nutricionista e não seguir à risca as orientações que são passadas e construídas no atendimento durante toda a sua rotina do dia a dia. Para isso precisará se abrir à novas possibilidades.

A mesma coisa de ir ao médico psiquiatra, receber uma prescrição para tomar determinadas medicações em horários fixos e não seguir. Pular um dia, tomar a hora que dá na telha e por aí vai.

Na psicoterapia não se faz diferente. Você vai para uma sessão que costuma ter em média 50 minutos de duração. Se você não estiver disposto a trabalhar suas dificuldades e limitações de maneira nova e criativa, ou seja, fazer diferente do padrão que não está favorecendo a sua saúde, baixar a bola e ser humildade para entender que da forma que está não está lhe proporcionando um bom resultado, esquece. Não haverá resultado para você.

Nessa condição, como psicólogo clínico, eu mesmo passo essa orientação profissional: não faça psicoterapia se realmente não estiver afim de construir algo novo, com mais saúde e qualidade de vida.

Construir algo novo implica em fechar ciclos e iniciar novos, a agir de maneira nova, a ter que se desapegar por vezes, de situações e pessoas para aprender a fazer diferente.

A ideia de que se atingirá grandes resultados sempre com o mínimo ou o menor esforço é uma ilusão.

Não estou te dizendo que terá que sofrer demais para conseguir obter melhoria para com a sua saúde mental e emocional, mas sim que exigirá trabalho real, prática, persistência, paciência, reflexão e etc.

2) A abordagem (especialização) do psicólogo faz com que você se sinta bem para fazer o trabalho?

A maioria das pessoas não faz ideia da diferença de uma abordagem (especialização) para outra.

Em umas o psicólogo falará mais, com algum enfrentamento. Em outras, você ficará fazendo suas próprias associações e ele em uma postura mais passiva. Algumas vão levar para um contexto mais sugestivo e comportamental, e etc.

Você é um ser humano com personalidade e características próprias. O que serve para o outro pode não servir para você.

Quando for procurar um psicólogo, pergunte como ele trabalha. Qual é a sua especialização? Como ela funciona na prática? E avalie se essa condição é favorável para você.

3) Gênero e idade

Somos seres humanos. Não se trata apenas de preconceito ou julgamento. Nos identificamos mais com algumas características no outro para depositar confiança e se dar ao tratamento.

Já atendi muitas pessoas que descreveram preferir serem atendidas por homens. Também, já deixei de atender muitas pessoas que descreveram que preferiam ser atendidas por mulheres.

Já atendi muitas pessoas que se identificam com o meu “perfil”. Tenho tatuagens, características informais e etc. Também, já deixei de atender muita gente que não se identifica com essas características.

Já atendi muitos jovens por ter começado a trabalhar também jovem. Também, já deixei de atender muitas pessoas mais velhas que consciente ou inconscientemente, não dão credibilidade à um profissional com menos idade que eles.

E por aí vai....

Conclusão:

Quando se trata de obter resultados com a psicoterapia é preciso ter os pés no chão e realmente buscar entender em quais fragmentos não estão sendo funcionais para que o processo se dê com bom resultado.

Se você acredita que esse conteúdo possa ser útil para alguém que você conheça, compartilhe o link dessa postagem para que a pessoa leia.

Deixe seu comentário com a sua experiência sobre esse contexto.

Abraço!

Julio Furlaneto
Psicólogo CRP 14/05550-0

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Orientação Psicológica Online

A Orientação Psicológica Online trata-se de uma ferramenta reconhecida e aceita pelo CFP (Conselho Federal de Psicologia) e é uma alternativa eficiente para situações pontuais nas quais a pessoa necessite de aconselhamento ou avaliação de uma determinada questão e obtenha posterior
devolutiva por parte de um profissional de Psicologia.
A Orientação Psicológica Online é um atendimento mediado pela tecnologia eletrônica/digital que utiliza o computador (notebook, desktop ou tablet) ou celular como instrumento de trabalho.
É um mecanismo moderno que pode ser usado em benefício da saúde, tanto emocional, comportamental como psíquica. Traz como vantagem a facilidade no manuseio, proximidade pela localização onde está instalado (casa/trabalho), praticidade no atendimento, economia de tempo, menores custos e grande rapidez caso o paciente necessite de orientação urgente.

Se você tem alguma dúvida sobre o procedimento ou quer agendar um acompanhamento, preencha os dados no campo que estarei…

VOCÊ PODE SE CURAR DO TRANSTORNO DE ANSIEDADE. VEJA ESSES DOIS CASOS AQUI DO CONSULTÓRIO.

VOCÊ PODE SE CURAR DA ANSIEDADE. VEJA ESSES DOIS CASOS AQUI DO CONSULTÓRIO.

Publicar conteúdos sobre psicologia que não sejam artigos científicos direcionados para outros psicólogos ou alunos de psicologia não é tarefa simples.

É uma ciência que em sua aplicação tem a subjetividade única de cada ser humano como foco de trabalho.

Isso faz com que cada um seja mesmo que semelhante, único e diferente ao mesmo tempo. Por isso é difícil falar sobre padrões de intervenções e tratamentos em detalhes singulares, apesar da ciência ter uma linha de ação em cada uma de suas especializações bem embasada cientificamente.

Por isso, vou relatar nesse conteúdo informações baseadas nos atendimentos que tenho aqui no meu consultório.

Não significa que são receitas de como resolver nada, mas talvez te ajude a conseguir realizar novas reflexões, padrões de pensamentos, que estimulem comportamentos melhores para que você se adeque a um bom estado de saúde mental e emocional.

Então vamos lá!

Um ponto que t…